visitantes online

segunda-feira, 13 de maio de 2013

Black Bass

Agressivo, brigão, lutador e muito voraz, essas características colocam o Black Bass entre os peixes mais apreciados para pesca esportiva. Com uma forte fisgada, esta espécie também impressiona pelos belos e inúmeros saltos.
  
Salmonídeo exótico, o Black Bass é originário de lagos e pequenos rios da região sudeste dos Estados Unidos e está presente em diversos países do mundo. No Brasil, vive a variedade largemouth bass, nome que foi dado ao peixe devido a sua enorme boca.
Apesar de não ter dentes, possui uma espécie de lixa na boca que permite agarrar suas presas com força. A baixa variação genética encontrada nos exemplares brasileiros raramente permite que eles engordem mais de três quilos, bem abaixo dos dez quilos que geralmente são encontrados nos lagos e rios americanos.
Embora rústico, o Black Bass é um peixe de escamas de água doce que se desenvolve bem em regiões de clima ameno, com temperaturas em 15ºC e 26ºC, porém para reprodução, prefere ambientes mais 
frios  com temperaturas mais baixas, oscilando entre 18ºC a 0ºC.
Já dissemos aqui em outros comentários que o Black ataca bem nas moscas (Streamers), e para aqueles que praticam Bait Casting, a dica é usar Softbaits (minhocas de silicone), independente da técnica que for utilizar. Pescaria de Bass é garantia de adrenalina e satisfação renovada um forte abraço e até breve.



sábado, 26 de janeiro de 2013

Abrindo a temporada 2013

Retornamos para o município de Tainhas, com a óbvia intensão de realizar mais uma ótima pescaria na sede  da ARPIA (Associação Riograndense de Pesca com Iscas Artificiais). O lugar é repleto de Black Bass e, sem dúvida, se pudéssemos pescar todo o final de semana, este seria o local escolhido.
A estrutura do local permanece impecável! A administração está de parabéns, pois não só proporciona um maravilhoso local para pesca, como também isentiva a prática do  nosso esporte, conscientizando a todos os pescadores da importância de conservar e o cuidar deste fantástico ser vivo: o peixe.
Para se obter uma boa pescaria, precisamos atentar para alguns itens importantes. O local da pesca: este item consideramos o mais importante, pois não é suficiente possuirmos um ótimo equipamento e  conhecimento, se o lugar não possuir peixes, óbvio né!!!, sim, por isso é interessante conhecermos o local ou a indicação de algum amigo pescador.
A escolha do equipamento não é complicada, basta estar bem balanceado. Linha, vara, carretilha ou molinete, independente da modalidade (Flyfishing, baitcasting, surfingcast, entre outros...). Quando combinamos uma pescaria, já sabemos onde vamos, e que espécie pretendemos capturar, logo, a escolha do material é simples. 
Em uma pescaria de Bass por exemplo, equipamento Light. Por quê? Porque  a média do Black Bass fica entre 29 cm e 35 cm, com um peso médio de 1kg , portanto, conseguimos definir o equipamento com facilidade e a pescaria se torna mais agradável, você sente o peixe brigando e seu equipamento trabalhando.
Outro item que julgamos pertinente ao sucesso em nossas pescarias é a escolha da isca. É fundamental termos em nossa caixa, uma grande quantidade iscas para o peixe que se pretende pescar. Tendo em vista o  peixe que se pretenda capturar,  iniciamos a pescaria. A sua escolha da isca não faz diferença nenhuma, pois quem  decide a isca é o peixe. Depois que você fizer inúmeros arremessos e não tiver nenhuma ação está na hora de trocar de isca, até encontrar a isca em que o peixe está atacando.
Somos apaixonados por pescaria, possuímos um enorme respeito pelos peixes e principalmente pelo meio ambiente, também gostamos de compartilhar experiências com outros pescadores e divulgar a beleza e a satisfação que nosso esporte proporciona.

Um enorme abraço, e muito peixe na ponta da linha,

Att,


Juliano Mezzomo.




domingo, 30 de dezembro de 2012

Despedida 2012

Nem sempre uma despedida é ruim, principalmente quando sabemos que o reencontro é certo e breve. Em nossa última pescaria do ano, fomos ao Pampa Rural encerrar 2012 com muita alegria e satisfação. Estávamos ansiosos por este momento, pois ele é único, porque quando se fala em Pampa Rural sabe-se que a fartura de Black Bass é certa, e nesta pescaria não foi diferente.
A grandiosidade do local começa pelo atendimento do Sr. Claudio, proprietário do Pampa Rural. Logo  quem chega se depara com uma organizada estrutura para almoçar, tomar um café, descansar e até castigar o fígado com uma cachacinha de boa qualidade e de grande variedade.
Depois de tomar um cafezinho e ouvir ótimas e engraçadas histórias do Sr. Claudio fomos pescar. A escolha dos açudes é um pouco complexa para quem conhece o local pela primeira vez, até porque são inúmeros, e um mais belo que o outro, para qualquer dos açudes do Pampa Rural que se olha, percebesse que é o habitat perfeito para o Black, com muitas galhadas e muita vegetação.
O equipamento escolhido para esta pescaria foi o Fly, as iscas que deram resultado, TODAS!!!!! incrível, depois de observar que para cada dez arremessos vinham mais ou menos dois Blacks, começamos a testar  todas iscas da caixa, tudo funcionou, de Madame X ao Popper. Foi realmente um dia fantástico.
Não precisamos mencionar a quantidade de peixes que capturamos, mais sim dizer que a grande maioria era de um tamanho pequeno, mas todos eles proporcionaram muita alegria, portanto deixamos a dica: seja Fly ou Bait o equipamento deve ser Light. Tanta ação durante um dia inteiro, faz você querer construir uma máquina do tempo para poder fazer o tempo parar para desfrutar ainda mais deste local fantástico.
Bom, poderíamos  nos estender muito falando desta pescaria, no entanto gostaríamos de agradecer ao Sr. Claudio por tomar a iniciativa e com a ajuda de Deus criar um local perfeito para prática da pesca esportiva, ao Thomas por ser um apaixonado por este esporte e dividir este conhecimento comigo, e  principalmente um grande amigo (Pô, mais um dublê para o mural hein chefe!!!), a família, e é claro aos seguidores deste Blog. Desejamos um 2013 repleto de harmonia, saúde, paz, felicidade e muito, mais muito peixe na ponta da linha, um enorme abraço e até breve.


Respeitosamente,



Juliano Mezzomo








quinta-feira, 8 de março de 2012

Tainhas - ARPIA

Tenho que confessar que nas últimas semanas estava com a cabeça cheia de minhocas, sendo assim, quando isso ocorre, recorro a um verdadeiro amigo e relato o fato.  O amigo em questão, é o grande mestre Thomas Mark's, que de supetão responde: " pô chefe, se tu estás com a cabeça cheia de minhocas, o melhor que a gente pode fazer é convidar o Leandro, e irmos pescar, hahahahahahahaha." 
Por sugestão do Thomas fomos conhecer a sede campestre da ARPIA no município de Tainhas. Aproximadamente 120 km separam Porto Alegre deste  lindo município, que abriga uma sede campestre muito bem organizada, pronta para receber os pescadores de pesca esportiva, e com uma enorme vantagem que iremos relatar a seguir. Saímos de Porto Alegre às 05h 30min de domingo e aproveitando o passeio chegamos em Tainhas próximo das 08h. A recepção é feita por um senhor muito espirituoso e divertido, Sr. Nelci. Depois de conversar um pouco, enquanto arrumávamos as tralhas, a pergunta foi a seguinte: "qual local está dando mais peixe?" aí ele responde: "no açude, dentro d'água", hahahahahahahaha. Mesmo insistindo na pergunta, e entre outras, qual a isca que daria mais resultado, ele nos responde simplesmente que a maioria dos pescadores que ali frequentam costumam capturar em média mais ou menos uns 70 Black Bass, o que? como assim?, bom, duas coisas instantaneamente vem em nossas mentes, o tiozinho é muito simplório, ou também é pescador, nos resta apenas acreditar em nossa experiência e paixão pela pescaria, e começar a circular em um açude de aproximadamente 30.000 m², é muuuuuiiiiiito grande, eu ainda não tinha visto nada assim, cheio de pequenas ilhas com ponte de acesso, muitas pedras ao redor que embelezam esse lindo açude, que proporciona facilmente a pesca embarcada, simplesmente incrível. Bom, quando pescamos, optamos para que cada um use uma isca diferente, para em breve descobrir qual isca agrada mais o peixe, neste dia em questão, procurávamos encontrar alguma que atraísse a atenção do Bass, de cara, e como ventava muito, descartamos as de superfície e começamos então com  softs baits ( minhocas, sapos e grub's).
 No meu segundo arremesso saiu um Black, aí foi só alegria, fotos, começamos a contabilizar a quantidade de peixes que iríamos capturar, a isca já estava definida (grub verde, no sistema Texas Rig), a não mais questionar a colocação do Sr. Nelci, oooohhhh!!!! beleza. No entanto, no final da manhã, e entre três pescadores totalizamos sete peixes, isso mesmo, sete peixes. Nos questionamos o que havia acontecido, usamos todas as iscas de todas as caixas, novamente voltamos a duvidar do Sr. Nelci, aí então, fomos almoçar. De barriga cheia fica mais fácil refletir e repassar o que ocorreu no turno da manhã, e com o nosso objetivo sempre a frente de qualquer obstáculo voltamos a pescar.
O Thomas comenta comigo que ainda não tínhamos utilizado Espinner baits, e menciona também, que tinha um  na caixa sem os pelinhos de silicone, e que no lugar destes, iria colocar um grub, mais não é que deu certo, agora começava a diversão. Depois de ver o Thomas fazer três arremessos e pegar três Black's, foi uma correria atrás de Spinner baits que foi uma loucura, sucesso garantido, inclusive rolou dois dublês, um em especial, do Leandro e do Thomas, que mostra a diferença do tamanho de um Black para outro, e tá registrado, dá para colocar um Black dentro do outro, hahahahahahahahahaha, só alegria, neste instante definitivamente apagamos qualquer dúvida da integridade do Sr. Nelci, que maravilha!!!!. Resumindo então, totalizamos 67 (sessenta e sete peixes), era arremessar e correr para o abraço, ou melhor para foto.





Gostaríamos de encerrar este Post com um enorme agradecimento aos sócios e organizadores desta magnífica sede, ao Sr, Nelci, que nos recebeu com uma enorme hospitalidade. Para chegar é muito fácil, no km 127 da RS 020, fica o café Tainhas, é só entrar ao lado (direita) do café ir sempre reto que se passa na frente da sede, não tem erro. O preço é justo R$ 30,00. Sede da ARPIA, altamente recomendado. Um forte abraço e até a próxima.













http://www.arpia.com.br/sede-campestre





segunda-feira, 13 de fevereiro de 2012

Fazenda Passo Alegre e o Black Bass

Com a óbvia intenção de manter o nível de qualidade de nossas pescarias, optamos mais uma vez pela serra gaúcha, e é claro, o Black Bass. Na Fazenda Passo Alegre encontra-se essas duas combinações agradáveis, com um conjunto de  belas paisagens, açude com água cristalina, e peixes em grande quantidade. O local é muito bonito, enorme e também muito organizado, oferecendo inclusive, trilhas com passeio à cavalo, observamos porém, a falta de um restaurante ou lancheria, pois quando se pretende pescar o dia todo, deve-se almoçar fora da fazenda. Por falar em pescar o dia todo, o custo desta empreitada é de R$ 35,00, um pouco salgado, entretanto temos que conhecer todos os pesqueiros e dividir estas informações com outros companheiros de pesca, afinal, esta é a finalidade deste Blog, promover a divulgação e existência de lugares fantásticos como este.
Depois de estacionar o carro na sede do local, e bater um papo com o responsável da fazenda, Sr. Lázaro, por sinal muito gente fina, é necessário fazer uma caminhada até o açude, bom, isso explica porque a pesca esportiva é considerada um esporte, hehehehehe.
Programamos nossas pescarias  de acordo com a espécie que pretendemos capturar, portanto a escolha do material é feita dias antes da pescaria. No caso do Black Bass, recomendamos um equipamento Light bem balanceado, seja carretilha ou molinete, vara até 8 lbs está ótimo, linha monofilamento 0,18 e iscas softs baits (minhocas, sapos e grubs, todos de silicone).

Mesmo tendo em mente e se organizado para pescar uma determina espécie, é possível sim, que se capture outras espécies existentes em açudes. Neste caso em questão, o Thomas, por ter optado por um grub engatou um carazinho, ahhh!!! tá de brincadeira, deem uma olhada no carazão que surgiu na ponta da linha, que peixe lindo e brigão, o que deu de cabeçada este peixe não foi fácil, proporcionando para o pescador muita alegria. 
Contudo, o  peixe que predomina este açude é o Black Bass e em ótimo peso e tamanho, tornando mais uma pescaria muito agradável. Foi mais uma pescaria divertida onde pescamos mais alguns Black's para nosso álbum e com satisfação podermos compartilhá-las com outros pescadores. 
Devido ao grande cuidado dispensado por proprietários de fazendas com a implantação de peixes esportivos em seus açudes,  e abrindo suas porteiras para pratica de nosso esporte, é que temos a oportunidade de realizar excelentes pescarias, portanto, deixamos aqui, nosso muito obrigado, e pedimos a aqueles que que amam nosso esporte, incentivem e divulguem o pesque e solte.

Fazenda Passo Alegre, localizada entre Canela e São Francisco de Paula, RS 253 km 54 (dica: após passar o pedágio entre a primeira a direita), Fone/Fax (054) 3504.1800. Tarifa da diária R$ 35,00 a partir das 13:30h é R$ 25,00.
Para nós amantes de pescaria é um privilégio poder usufruir de locais maravilhosos iguais a este, mas sem dúvida, é um passeio para família toda. Um forte abraço e até a próxima.


Juliano Mezzomo  















quarta-feira, 11 de janeiro de 2012

Pampa Rural - Cambará do Sul

O parceiros de pesca apresenta com imensa satisfação para os pescadores que ainda não conhecem o Pampa Rural e recomenda, sob hipótese alguma, cogitem a possibilidade de adiar esta fantástica pescaria, principalmente, nesta época do ano (Janeiro até Março). O local é abençoado por um enorme toque da mãe natureza, onde as paisagens são deslumbrantes e onipotente. Cambará do Sul possui uma particularidade singular, onde Deus favorece cada cm² deste espaço geográfico, vislumbrando e enchendo os olhos com uma rara beleza. Tudo conta nesta pescaria é claro, inclusive,  a própria viagem, que não é tão longa para quem sai de Porto Alegre, (aproximadamente 150 km) e a estrada é ótima e tranquila e não se encontra congestionamento, ou seja, é mais um benefício agradável. 

Após uma rápida e excelente viagem, chegamos ao Pampa Rural, onde o proprietário nos recebe com calorosa alegria e uma cachacinha com butiá, hahahahahahaha, só melhora!!!. Sem dúvida nenhuma o Sr. Claudio (proprietário do Pampa Rural) é um administrador diferenciado, inteligente e visionário, um ser humano despretensioso, apenas preocupado com a qualidade no atendimento e a satisfação dos frequentadores. Ao chegar, deve-se fazer uma parada para realizar duas coisas muito importantes, primeiro: ouvir as histórias do Sr. Claudio, que além de interessantes são muito engraçadas, segundo: escutar com atenção qual o açude onde está batento mais peixes, afinal são inúmeros açudes.
Cambará do Sul é uma cidade única em seu resplendor, portanto, com este pesqueiro não seria diferente. É uma fazenda enorme, lindíssima e muito bem organizada.
 
Maravilhoso? é claro!!! porém, o que todo pescador necessita é de adrenalina, e isto, este pesqueiro vai proporcionar para todo amante da pesca esportiva. Após aceitarmos a sugestão do Sr. Claudio, quanto ao açude onde pescar e do conhecimento do Thomas do local, e com o sorriso de orelha a orelha, fomos pescar. Esta região em geral, (Campos de cima da Serra) aderiu a pesca esportiva introduzindo, em algum lugares Trutas, e na maioria Black Bass.
 Nosso alvo em questão é o Black Bass, peixe carnívoro muito ativo nesta época do ano e em abundância no Pampa Rural. 

Por sugestão do Thomas, e ainda pela manhã, começamos num açude pequeno onde ele, usando a isca certa, (SHAD) teve um ótimo resultado, em seguida fomos conhecer o maior e mais belo açude do local. Depois de arremessar inúmeras vezes sem muito sucesso, o Thomas me sugere uma isca de sua caixa chamada Connery (DAIWA), um plug de barbela guardado na caixa por quase duas décadas com as argolas da garatéia enferrujadas, um coloração desbotada, olhos enormes e toda sapecada por Trairas, entretanto, ela possui um trabalho na água que hipnotiza até o pescador, que isca fantástica, foi só alegria!!!, sem exagerar, para cada quatro arremesso um Black, hahahahahahahahaha, que loucura!!! Bom, devido a idade desta isca e conservação da mesma, a alegria durou pouco, depois de um trabalho intenso a velinha teve suas garatéias arrancadas por alguns Black's mais violentos e  parrudos.
















Foi um dia com temperatura agradável, a ação dos peixes foi intensa, quantidade e tamanhos variados, chegando até 35cm, companheirismo, técnicas, e experiências compartilhadas, tornando enfim, a primeira pescaria de 2012 excelente. A tardinha, próximo das 18h, fomos para outro açude, onde iniciamos com minhocas artificias e percebemos que os peixes estavam atacando na superfície, logo, optamos por usar "Popers", e foi  mais alegria e satisfação, parecíamos duas crianças, dando muita risada a cada batida dos Black's na superfície. Quando mencionamos nossa alegria e satisfação feito crianças, e dando ênfase nas peculiaridades no destino escolhido, queremos transmitir nossa  obsessão pela pesca esportiva e garantir a todos que tudo aqui relatado é sincero e verdadeiro.
Para os verdadeiros apaixonados por pescarias, fica mais uma grande dica: preço justo, atendimento de primeira, hospitalidade e peixes em abundância.
SITE: www.pamparural.com.br
E-MAIL: pousadapampa@ibest.com.br
Estrada Itaimbezinho, 9000- RS 020, km 144 - Cambará do Sul/RS Fone: (54) 9951-4251 Sr. Claudio
Preço: R$ 15,00
Um forte abraço e até breve,
Juliano Mezzomo




domingo, 11 de dezembro de 2011

Despedida de 2011

Muito bem, mais um ano que se encerra e o Parceiros de pesca sempre traz consigo boas lembranças de suas pescarias no ano de 2011 e é importante relembra-las, com satisfação, principalmente quando envolve novos amigos e adeptos e suas peculiares características. Nosso amigo Leandro por exemplo, sua principal qualidade é a organização do material. O primeiro item que ele sapara para levar na pescaria é sua caixa....de isopor é claro!!! com no mínimo 12 cevas, questionando-se: "acho que 12 cevas para mim vai dar"?  aí depois ele separa o material de pesca, quando ele lembra de leva-los é óbvio.
Depois vem o grande Mestre Thomas, sempre ligado em novas técnicas, novas moscas, novos equipamentos, novos lugares e trazendo para o nosso esporte novos amigos interessados em praticar a pesca esportiva e principalmente o PESQUE E SOLTE. A influência do Thomas, conhecimento, humildade e muito bom humor, contribuem diretamente para o bom desenvolvimento deste Blog.

Esse magrão aí é o Marcelo, apresentado a nós pelo Thomas,  nota-se, sem dúvida, que é muito gente boa, e também deixou bem claro, que é apaixonado por pescarias e que deseja fazer parte deste seleto grupo apaixonado por pescarias. O Marcelo inclusive disse também, que toda e qualquer pescaria em que formos, e a patroa dele deixar, ele vai querer ir também, porém a principal qualidade do Marcelo é o assado, qualquer coisa que sai sangue ele assa ou cozinha, boi, ovelha, porco, javali, frango, gafanhoto, pernilongo, entre outras iguarias. 
Encerramos a temporada de pesca de 2011 na Fazenda Fruto D'água, muito conhecida por nós por seus belos exemplares de Pacu, Carpa e Traíras, entretanto, notamos  pouca ação que não é nada comum para este pesqueiro, contudo, conversando e trocando idéias com outros pescadores mais antigos desta região (Glorinha), ficamos sabendo que neste último inverno inúmeras espécies morreram por causa do frio.
É muito triste sabermos que uma grande quantidade de peixe morreu, (aproximadamente 1.000), mas não é só porque estamos preocupados com a pratica do nosso esporte, mas sim, e principalmente, com este fantástico ser vivo, considerando e relevando apenas, por se tratar de um fenômeno da natureza, mas sem dúvida ainda existem muitos peixes neste local, e deve sim ser prestigiado.
Bom, para encerrarmos definitivamente este ano, gostaríamos de desejar a todos os pescadores um feliz natal um próspero ano novo com muito peixe na ponta da linha, e é bom lembrar, devagar e muito cuidado nas estradas. Thomas, Leandro e Marcelo, minha intenção com este post é que todos saibam que vocês são excelentes seres humanos, e que eu só tenho agradecer por vocês dividirem comigo suas experiências e alegria, meu muito obrigado, e eu espero que nossa amizade se estenda por muitos anos, um forte abraço e até breve.

















Juliano Mezzomo.